Veja 3 lições valiosas sobre negócios do filme: O Lobo de Wall Street

Posted by Luiz Paulo Castro on 29/11/2019 14:00:00
Luiz Paulo Castro

Quem assistiu o filme “O Lobo de Wall Street”, sabe que o filme retrata a história real de Jordan Belfort que foi um ex-corretor de bolsa no EUA. O filme é marcado por conter cenas de sexo, drogas, dinheiro e muito luxo. 

No entanto, o que iremos abordar nesse artigo é como se inspirar no Jordan Belfort para ser um profissional melhor e como aplicar algumas de suas habilidades em seus negócios. Como ele passou de homem comum para um importante milionário.

Nesse artigo você irá encontrar:

  • Saiba enxergar uma oportunidade
  • Criar um ambiente descontraído 
  • Saiba argumentar. Mas, saiba argumentar muito bem!

No filme há uma cena histórica, são inúmeras pessoas se matando na entrada do escritório de Jordan para deixar os seus currículos na empresa, inúmeras pessoas queriam trabalhar para ele. Mas você sabe o porque?

Jordan Belfort, não ficou conhecido apenas por ser empresário. Ele Ficou conhecido por tornar as pessoas que trabalhavam para ele em pessoas inteligentes, ricas e bem sucedidas. 

Ele capacitou sua equipe para lidar com diversas situações no cotidiano do escritório e da vida. O escritório de Jordan não era um escritório comum era conhecido por ser uma ambiente de muitas festas.

Ele contratava líderes de torcidas, bandas para tocar no escritório, garçons e ainda arremessava um anão em um alvo. Sem limites! Ha Ha Ha!!!

Mas, o que destaca-se no filme é a forma como ele se comunicava com as pessoas, Belfort sabia exatamente do que pessoas precisavam em suas vidas. Jordan era o máximo, sempre ao fazer seus discursos ele falava com o coração e não como um chefe que só quer mandar nos outros. 

Então sem mais delongas vamos as dicas que separei cuidadosamente para você se inspirar nesse cara de sucesso para aprender e aplicar em seus negócios.

 

Saiba enxergar uma oportunidade

Jordan Belfort, é um cara que não esperava a sorte chegar até ele, ele mesmo criava sua sorte. Fazia surgir oportunidades que ninguém conseguiria enxergar. Quando Jordan finalmente vai trabalhar num dos escritórios de Wall Street onde sempre sonhou, o escritório quebra e Jordan acaba tendo que sair e procurar outro emprego.

Mas ele não desiste, sempre soube o que queria ser. Ele queria ser “rico”. Mas como ele conseguiria isso? Como ele chegaria lá?  Jordan depois de alguns dias conseguiu um emprego em um escritório não muito legal e bem diferente do queria. Mas em vez dele pedir demissão como muitos fazem, ele enxerga uma oportunidade de crescimento. 

Belfort assim como no filme e na vida real vendia segurança além dos investimentos. Parece confuso, mas pense! O que nós todos queremos? Queremos segurança! Seja ela no trabalho, na nossa casa, na rua, queremos a segurança financeira, a segurança profissional e etc..

Então, ele fazia com que as pessoas se sentissem seguras ao confiar no que dizia por telefone e pessoalmente. 

Numa das cenas, ao verem todos ali o admirando no campo de trabalho enquanto falava ao telefone, ele percebe a oportunidade do crescimento profissional. 

O mais surpreendente é quando ele abre sua própria empresa. Sua empresa simples num galpão com poucas pessoas experientes. 

O investimento que ele mesmo faz é capacitar seus funcionários para saberem vender para pessoas de alta renda, as pessoas que realmente tem muito dinheiro e conhecimento, ele ensina a cada um de seus colaboradores como transmitir  segurança para esse grupo de pessoas de classe social mais alta.

giphy-7

Fica uma lição aqui, Jordan não pode trabalhar numa das melhores empresas de Wall Street, mas ele fundou sua própria empresa de sucesso, a Stratton Oakmont. 

Ele criou sua própria oportunidade e fez dela o seu crescimento profissional!

 

Criar um ambiente descontraído 

Belfort sem sombra de dúvidas fazia com que o sua empresa fosse um lugar onde os seus funcionários se sentissem em casa, isso fica mais claro ao decorrer do filme.

Em uma das cenas do filme aparecem mulheres fazendo as unhas no próprio escritório de Belfort, homens deitados e até mesmo pessoas com pets (uma cobra) no escritório.

Bom, é claro que existem limites para tudo hoje, mas isso tudo tem um sentido lógico. Uma pesquisa realizada pela Right Management  obteve resultados que dizem que colaboradores motivados produzem até 50% a mais do que o comum. 

Bom, desenvolver um ambiente de trabalho mais descontraído faz com que as pessoas que ali trabalham se sintam orgulhosas de poder estarem ali, além de atingirem melhores resultados para a empresa.  Isso favorece em seu negócio. 

Isso tudo porque as rotinas de trabalho tendem a ser por muitas vezes cansativas, exaustivas e estressantes para os funcionários. 

Pense comigo, se você mantém um colaborador motivado, com vontade de estar ali no trabalho, participando de eventos e de decisões da empresa. Por qual motivo ele não gostaria de trabalhar ali? O lobo de Wall Street, era um pouco mais além disso. Ele contratava bandas para tocar, líderes de torcidas isso tudo para estar ali presente dentro do escritório para animar as pessoas a produzirem mais. Mas calma! Se você não puder fazer  tudo isso igual ao filme eu separei algumas dicas mais simples para implementar no seus negócios.

Uma das forma de criar um ambiente leve e descontraído são tarefas simples que podem ser implementadas em qualquer instituição. Como por exemplo, criar um dia de casual day, onde cada colaborador vai trabalhar com a roupa que sentir-se confortável. 

Desenvolver eventos e datas comemorativas na empresa, convidar colaboradores para participarem das reuniões da empresa, oferecer brindes, prêmios e bonificações é uma excelente maneira de deixar o clima organizacional mais leve. 

Essas são algumas das mais simples atitudes que podem ser adotadas na sua empresa.  

Aqui na Marbo Contábil por exemplo, os colaboradores podem desenvolver suas atividades de trabalho escutando músicas. Mas, é claro que com fones de ouvido ou Headset para não atrapalhar o coleguinha do lado. 

As empresas estão mudando e junto com elas vêm sendo adotadas medidas para tornar cada vez mais confortável e descontraído o ambiente de trabalho. Hoje é possível ver cultura organizacional presente nas empresas, eventos, palestras e cursos. 

Mas me diz, sua empresa tem um diferencial? Qual é? Se ainda não tem, por quê? 

 

Saiba argumentar. Mas, saiba argumentar muito bem!

Você alguma vez já se perguntou quantas oportunidades não perdeu por não saber expressar o que gostaria, alguma vez já se perguntou quantas oportunidades de emprego não perdeu por não saber se comunicar e argumentar bem as ideias proposta para você? 

No filme Jordan Belfort, retrata um papel onde o seu personagem sabe muito bem como argumentar o que é proposto. Ele é um mestre em observar o que as pessoas necessitam em suas vidas. 

Uma cena cômica do filme, é quando Belfort pede para um dos seus colegas tentarem o vender uma caneta, então quando chega a vez de Brad Bodnick vender a caneta para Jordan ele usa uma técnica simples e direta. 

Ele pede para Belfort escrever seu nome num guardanapo. Belfort afirma que não pode porque não tem caneta. Então, Brad diz, está vendo se você tivesse uma caneta você poderia escrever. 

Muitas vezes a arte de vender não está nas qualidades que o produto tem, mas cabe você compreender quais são as necessidades que as pessoas têm. 

Sempre argumente muito bem, isso será a chave para o sucesso do seus negócios, quando lhe pedirem para fazer algo pense nas diferentes alternativas e possibilidades que tem para fazer aquilo.

No filme Jordan Belfort, comunica-se de forma simples e direta para as pessoas que trabalham com ele. Ele raramente ou quase nunca utiliza palavras difíceis de serem compreendidas pelas pessoas.

Os seus argumentos são firmes e precisos, ele descobre o que as pessoas precisam e fornece isso a elas. Parece ridículo, mas no filme ele cita. As pessoas querem ser ricas então eu às torno ricas. 

O filme é uma excelente inspiração pois nele você acompanha todo o progresso da vida de Belfort, no filme existem mais cenas surpreendentes, mas não trarei para esse artigo se não irei dar muitos spoilers. Você sabe argumentar com os seus colaboradores? com o seu chefe? Deixo essa pergunta aberta para vocês.

Assista o filme e inspire-se em várias lições que podem ser aprendidas com o Jordan Belfort para o seu negócio.

 

Gostou deste artigo, tenho certeza que gostará deste também:

5 erros que você está cometendo na gestão financeira da sua empresa

 

Abraço do time Marbo! 💛

Topics: Negócios

Assine agora