Para fazer o seu negócio crescer de forma segura e sólida é preciso embasar toda tomada de decisão. Nesse sentido, o Balanço Patrimonial, além de ser um relatório contábil obrigatório, pode ser um grande auxiliador. 

Pois é a partir dele que o gestor pode organizar e manter o controle sobre os custos e fazer o acompanhamento da evolução do patrimônio da empresa, e claro, fazer escolhas mais assertivas. 

Certamente, se você ainda não sabe como é feito o Balanço Patrimonial, ou não conhece seus verdadeiros benefícios, até o final deste artigo vai entender tudo sobre este assunto, de forma direta e descomplicada. 

O que você verá neste artigo:

  • O que é o Balanço Patrimonial (BP)?
  • Ativos 
  • Passivos
  • Patrimônio Líquido 
  • Pontos importantes para entender o seu BP
  • 7 benefícios do Balanço Patrimonial

O que é o Balanço Patrimonial (BP)?

Em primeiro lugar, o Balanço Patrimonial de uma empresa, mais conhecido como BP, é um relatório contábil que busca retratar a situação financeira do negócio em um determinado período. Ele é obrigatório para maioria das empresas brasileiras (exceto as microempresas e empresas rurais).

Dessa forma, é uma análise, que além de obrigatória, é extremamente importante para definir o caminho que a empresa precisa percorrer – a partir da projeção de cenários futuros baseada na interpretação da saúde financeira do negócio com o balanço.

Nesse sentido, a partir da identificação da situação financeira da sua empresa, em um determinado período de tempo, é possível definir projeções de investimentos, reduções de custos, etc.

Na mesma linha, o Balanço Patrimonial é dividido em três princípios: os ativos, os passivos e o patrimônio líquido. Veja a seguir como funciona cada um deles a sua importância. 

Ativos 

Antes de explicar os ativos no contexto do Balanço Patrimonial, precisamos entender o significado da palavra “ativo” no mundo das finanças. O ativo, necessariamente, é tudo aquilo que é bom financeiramente. Ou seja, refere-se a todos os aspectos que trazem dinheiro para dentro da sua organização. 

Observação: investimentos são considerados ativos desde que não se perca dinheiro do caixa. 

Então, os ativos referem-se ao dinheiro que você ainda vai receber e/ou tudo aquilo que pode virar dinheiro. Por exemplo: juros sobre juros.

No contexto do Balanço Patrimonial os ativos são divididos em duas partes:

1ª Os ativos circulantes: aqueles investimentos que são, ou podem virar dinheiro, em um prazo de até 1 ano.

Alguns exemplos de ativos circulantes são: caixa, contas a receber, as despesas antecipadas, etc.  

2ª os ativos não-circulantes: são aqueles que podem virar dinheiro em um prazo maior que 1 ano.

Exemplo: contas parceladas em 24x ou mais vezes.

Passivos

Da mesma forma que existem os ativos, que servem como uma forma de gerar mais dinheiro, os passivos trabalham no sentido contrário. Ou seja, são todos os aspectos que envolvem a sua empresa e retiram dinheiro do seu caixa – os passivos são tudo aquilo que você deve ou vai pagar. 

Também é dividido em duas partes, os circulantes e não-circulantes:

1º Os passivos circulantes: tudo aquilo que você deve ou vai pagar em até 1 ano.

Como, por exemplo: impostos, salários, fornecedores e empréstimos bancários.

2º Os passivos não-circulantes: aqueles que você deve ou vai pagar em um prazo maior que 1 ano. 

Como: empréstimos bancários (acima de 13 parcelas).

Patrimônio Líquido 

O terceiro princípio do Balanço Patrimonial é o patrimônio líquido. Por outro lado, ambém chamado de capital próprio, são os valores e ações que os acionistas e sócios da empresa possuem no determinado período de tempo ao qual o Balanço Patrimonial se refere. Mas vale destacar ainda que, o patrimônio líquido é composto por dois itens importantes: lucro retido e capital integralizado.

O patrimônio líquido deve ser igual à diferença entre ativos e passivos. 

Ativos – passivos = Patrimônio líquido 

Dessa forma, se a conta estiver com saldo negativo ou diferente é sinal de que algo está errado. Então, é melhor analisar detalhadamente o Balanço Patrimonial da sua empresa.

Está com dúvidas? 

CTA NOVA

Pontos importantes para entender o seu BP

O patrimônio líquido

O ideal para saber se uma empresa está saudável financeiramente, é acompanhar a evolução do seu patrimônio líquido.

Mas vamos a um exemplo: se uma empresa possui custos que não acompanham o crescimento do seu faturamento, esse é considerado um resultado positivo em relação à saúde financeira do negócio? 

E a resposta é: não! Para uma empresa ser considerada saudável financeiramente é preciso equilibrar esses pontos. Porque uma diminuição de custos pode ser sinônimo de baixo investimento, o que vai acarretar uma perda de capacidade competitiva no mercado, por exemplo. 

No entanto, é importante que haja uma vigilância constante em relação a todos os aspectos do Balanço Patrimonial, para que as contas não fiquem no vermelho e nem o crescimento da empresa estagnado. 

Liquidez

É basicamente a quantidade de recursos que uma empresa dispõe para quitar eventuais dívidas. Por isso, é importante que uma empresa tenha um grau de liquidez alto. Portanto, o cenário ideal é ter uma quantia considerável de ativos circulantes, principalmente os que possuem maior liquidez.

Grau de endividamento de uma empresa

Com a análise do Balanço Patrimonial também é possível saber o grau de endividamento de uma empresa. Basta dividir o passivo total pelo ativo total e multiplicar por 100. O valor resultante será dado em porcentagem. Dessa forma, quanto maior o valor maior será a dívida (e mais preocupante).

Passivo total/Ativo total x 100 =  valor em %

Grau de rentabilidade

Quem não quer saber se aquele valor de capital investido no negócio deu resultado? É possível medir a rentabilidade através do patrimônio líquido. Em outras palavras, a rentabilidade representa o retorno para quem aplicou um montante de dinheiro, que deve superar a taxa de aplicação financeira.

Rotatividade

E a rotatividade representa a capacidade de mover elementos patrimoniais da sociedade, como é o caso de itens do estoque, contas a receber e a pagar. Entretanto, quando a rotatividade está alta, quer dizer que a empresa está conseguindo dimensionar esses ativos de forma eficiente, além de estar aumentando seu faturamento.

7 benefícios do Balanço Patrimonial 

Agora que você já conhece todos os pontos de análise do Balanço Patrimonial, confira a seguir 7 benefícios de fazer um acompanhamento periódico desse relatório contábil. 

  • Expõe a sua real situação financeira

O balanço patrimonial é uma ótima ferramenta usada na gestão financeira. A partir dele é possível analisar todo o patrimônio de forma clara e resumida.

  • Contribui para o  crescimento da empresa

É possível extrair do BP informações que ajudam na manutenção, crescimento e na tomada de decisão em curto, médio e longo prazo.

  • Ajuda no cumprimento de exigência legais

 De acordo com as normas, do CFC e Código Civil Art. 1.179, é obrigatório manter o registro contábil para todas as empresas.

  • Identificar, corrigir e prever situações de risco

Quando é feito um acompanhamento da situação financeira da empresa, o gestor fica mais seguro para prever e solucionar problemas rapidamente.

  • Entendimento dos lucros

É possível identificar se o lucro da empresa está aumentando ou diminuindo o patrimônio da empresa.

  • Parceiro do fluxo de caixa 

É possível usar as informações do balanço patrimonial para complementar o fluxo de caixa.

  • Mais investimento

O uso de informações úteis no balanço patrimonial ajuda a conseguir mais investidores, ou até mesmo, receber mais dinheiro dos investidores regulares. 

BP eficiente  

Para esclarecer, o BP é um relatório complexo e que exige muita dedicação, mas, ainda assim, é um parâmetro imprescindível para nortear as ações da sua empresa. Nesse sentido, o que torna tudo mais fácil e eficiente é contar com bons profissionais para cuidar do Balanço Patrimonial do seu negócio.

Conte com a Marbo Contábil

Quer cuidar da sua empresa se forma completa e sem dor de cabeça? A Marbo Contábil pode te ajudar! Com o nosso software para gestão de empresas você não deixa nenhuma informação escapar em um layout intuitivo e simplificado. É ideal para empresas de todos os portes, desde MEIs a grandes empresas. 

Você ficou com alguma dúvida? Entre em contato com o nosso time.

Veja também em nosso blog sobre artigos relacionados que irão interessar você.