Devo abrir empresa com um sócio? Veja quais são as responsabilidades!

Posted by Luiz Paulo Castro on 13/01/2020 18:15:00
Luiz Paulo Castro

lycs-architecture-U2BI3GMnSSE-unsplash

 

Você está pensando em abrir empresa? Está com dúvidas se abre uma empresa com um sócio ou apenas sócio proprietário? Neste artigo você contará com inúmeras vantagens e desvantagens de abrir uma empresa com um sócio. Leia mais e descubra! 

 

O que você irá ver:

  • Veja os pontos positivos 
  • Veja os pontos negativos 
  • Responsabilidades legais 
  • Qual decisão eu devo tomar? 
  • Busque uma pessoa atenta ao mercado
  • Conclusão

 

Veja os pontos positivos 

 

Abrir empresa com sócio não é tarefa fácil, as dificuldades começam desde a escolher quem será essa pessoa. É preciso entender que as pessoas tem focos e personalidades diferentes e que muitas vezes pode ocorrer a discordância em alguns termos. 

 

As pessoas buscam sócios geralmente quando querem abrir uma empresa e não tem saldo suficiente completo para financiar esse empreendimento, então o sócio entra como um parceiro no qual o ajudará financeiramente e também nas tomadas de decisões. Logo a baixo você pode contar com algumas vantagens de de abrir empresa com sócio. 

 

Ajuda a tomar decisões difíceis com perspectivas diferentes

 

Para que um negócio faça sucesso no seu segmento é necessário que tenham por trás pessoas que entendem e dominem sobre o assunto. De nada adiante ter um sócio que não tem interesse nos serviços que a empresa fornece. Isso só o distanciará do seu sucesso. 

 

Quando se têm um sócio, ele o ajudará a tomar decisões com perspectivas diferentes ou seja o famoso olhar diferente do seu. Muitas vezes apenas enxergamos o que queremos ver ignorando o que tem ao redor, se você tiver um parceiro fiel no seu negócio ele terá olhares diferentes do seu que muitas vezes poderá o alertar em algumas ocasiões ou até mesmo oferecer uma solução na qual você não teria pensado.  

 

Despesas compartilhadas

 

Começar um negócio não é barato, muitas vezes falta capital inicial ou até mesmo verba para fechar as contas e despesas que são geradas pela empresa. Quando se têm um sócio ao seu lado as despesas serão compartilhadas, podendo ser:

 

  • Aluguel
  • Energia
  • Internet
  • Impostos
  • Colaboradores
  • Materiais para escritório e muito mais

 

Ou seja, muitas das despesas que deveriam ser pagas unicamente por você. Serão divididas e mais fácil de evitar débitos empresariais já que ambos trabalham para que a empresa cresça! 

 

Ambos estão em busca do mesmo objetivo

 

Um outro ponto positivo para abrir empresa com sócio, são os objetivos. Sócios de empresa costumam buscar os mesmo objetivos tendo o principal como fazer com que o negócio cresça cada vez mais e chegue ao sucesso. 

 

Mas, as metas costumam ser parecidas. Pode haver discordância em alguns paramentos mas o costume é buscas objetivos iguais. Seja eles a curto, médio ou longo prazo. 

 

Lembre-se: Busque por um sócio que tenha vontade de abrir uma empresa no mesmo segmento que você deseja e que tenha vontade de trabalhar bastante para que esse objetivo se realize. 

 

As funções estarão divididas, sobrecarregando menos

 

Com certeza ter uma empresa não significa que você trabalhará menos, afinal grandes empresários estão de pé desde as 4 da madrugada sempre antenados para qualquer oportunidade que possa surgir. 

 

Quando se faz isso sozinho, se torna mais complicado por acabar tendo que realizar todas as atividades unicamente sozinho, com um sócio poderá ocorrer a divisão de demandas e tarefas mensais. Sobrecarregando menos ambos lados para que foquem em outras coisas da empresa que muitas vezes ficam de lado. 

 

Está com dúvidas sobre abertura de empresa? 

CTA NOVA

Podemos te ajudar! 😉

 

Responsabilidades legais 

 

Todos os sócios das empresas precisam arcarem com responsabilidade legais suas atividades para que o negócio cresça conforme o planejamento. Você sabe quais são as as responsabilidades dos sócios de empresa? Veja abaixo algumas responsabilidades legais! 

 

Segundo o Art. 1001 do Código Civil - Lei 10406/02

 

As obrigações dos sócios começam imediatamente com o contrato, se este não fixar outra data, e terminam quando, liquidada a sociedade, se extinguirem as responsabilidades sociais.

Fonte: JusBrasil

 

Responsabilidade com a empresa

 

Todo sócio ao firmar um contrato deverá estar ciente de que assumirá um papel muito importante na empresa. O sócio deve estar ciente de todas as decisões que serão tomadas na empresa. 

 

É importante lembrar: Respeitar as datas estabelecidas de inicio e fim do contrato de sócios. Tenha neste contrato clausulas especificas sobre quebra de contrato, caso seja interrompido. 

 

Substituição de sócios

 

Como um sócio faz parte da sua empresa, ele participa de todas as decisões na empresa em qual participa. O sócio não pode ser susbstituido sem o consentimento dos demais sócios da empresa. 

 

Exemplo: Se numa empresa no ramo de agronegócio houver quatro sócios envolvidos, para substituir um dos sócios todos os outros deverão ser acionado e informado os devidos motivos.

 


Integração de capital

 

Quando uma empresa tem alguns sócios e para formar o capital é necessário dividir pela quantidade dos sócios envolvidos. Para que a integração de capital seja feita é necessário estabelecer um contrato.  

 

Caso ocorra algum tipo de problema com a integração de um dos sócios, os outros sócios estarão segurados pelo contrato estabelecido e assinado por todas as partes. 

 

Veja os pontos negativos

 

Como nem tudo são rosas, existem o lado negativo de abrir empresa com sócio ou sócio proprietário. Veja abaixo alguns dos pontos negativos que listamos para você. 

 

Divisão dos lucros

 

Quando começa a entrar verba na empresa e os lucros começam a aparecer é normal dividi-lo entre os sócios da empresa. Afinal, eles contribuíram para o sucesso do seu empreendimento. 

 

Por um lado pode ser negativo por se tratar de menos dinheiro para um dos lados, principalmente em meses difíceis quando ocorrem de vender menos do que o esperado e mesmo assim ocorrer a divisão dos lucros. É importante que você tenha um equilíbrio financeiro na empresa para que não quebre nessas épocas. 

 

Risco de deslealdade

 

Você deve analisar muito bem a pessoa no qual busca para ser o seu sócio quando abrir empresa, entenda que confiar demais pode ser um mal negócio e desconfiar demais também. 

 

Os números não mentem quando se trata de sócios que puxaram o tapete do parceiro para subir mais rápido na vida ou até mesmo por egoísmo, fique atento! 

 

Autonomia reduzida

 

Um lado ruim de quando tem um sócio é a dependência que trás nas tomadas de decisões. Por não ser apenas você que decide no rumo que deseja guiar a empresa, você acaba dependendo do seu sócio para tomar decisões. 

 

Muitas pessoas acabam frustradas quando não chegam num acordo ou até mesmo por ter que sempre pedir a opinião do sócio quando depende de uma decisão mais seria para o futuro do negócio. 

 

Qual decisão eu devo tomar? 

 

Veja bem, em quais ocasiões você observou que vale a pena investir? Se os pontos positivos se sobressaiam aos negativos você já terá uma resposta sobre abrir empresa com sócio ou não. 

 

Apenas estude muito bem o cenário no qual deseja se encaixar e veja se a pessoa no qual você decidiu escolher como sócio se tem personalidade e atitude de um bom profissional. Busque alguém determinado e que domine muito bem o assunto do qual a sua empresa está inserida. 

 

Busque uma pessoa atenta ao mercado

 

Como bônus, observe o cenário e o avanço da tecnologia cada vez mais do que o esperado. As pessoas precisam inovar para atingir o público ideal e buscar a adaptar-se as novas tendências do mercado. Os hábitos mudaram, a forma de consumir mudou e cada vez surgem novas modalidades. 

 

Uma pessoa que olha para outros cenários e seja capaz de fazer uma oportunidade acontecer é fundamental para o sucesso da sua empresa, invista nessas pessoas e nesses sócios. 

 

Conclusão

 

Abrir empresa não é simples, principalmente com um sócio quando as personalidades por muitas vezes podem se distanciar e os objetivos se aproximar. Investir em pessoas que buscam os mesmo objetivos e que tenham conhecimento na área é fundamental. 

 

Analise com atenção os pontos positivos e negativos e veja se vale a pena ter um sócio na sua empresa, lembra que ele poderá lhe ajudar financeiramente a custear as despesas do empreendimento. 

 

Gostou deste artigo? Veja esse também! 👇

Pague menos impostos em 2020 com um bom planejamento tributário

 

Abraço do time Marbo Contábil! 💛

Topics: Abertura de empresa

Assine agora