Sabemos que o Imposto no Brasil é tema polêmico, graças às diferentes taxações presentes no cotidiano de pessoas físicas e jurídicas. Mas elas precisam ser pagas em dia e as declarações devem sempre estar corretas.

Em primeiro lugar, os impostos para residir como o IPTU, o imposto do carro, mais conhecido como IPVA, e no caso das empresas não poderia ser diferente: incidem impostos sobre a sua receita e categoria. Neste artigo, você saberá por que sua empresa deve pagar os impostos em dia. 

O que são impostos?

Os impostos são tributos pagos ao governo pelos cidadãos e empresas dentro do Estado. O mais importante é que pagamento deles é obrigatório, embora em alguns casos seja possível solicitar a isenção.

Mas para onde vai todo esse dinheiro recolhido pelo governo?  

Consequentemente, parte do dinheiro coletado pelos impostos é destinado aos gastos administrativos do Estado. Outra parte deste dinheiro é destinada aos serviços básicos do Brasil como saúde pública, educação, segurança, moradia e transporte público. 

Como resultado, você deve ficar atento para efetuar o pagamento dos impostos em dia para não ser multado ou sofrer punição mais grave pela infração.

Para esclarecer, a entidade governamental responsável por fazer o acompanhamento dos pagamentos dos cidadãos é a Receita Federal. 

Imposto no Brasil 

Tipos de impostos para empresas

Existem inúmeros impostos no Brasil, e eles são divididos pelas categorias abaixo: 

  1. Federais;
  2. Estaduais; 
  3. Municipais.

Veja a seguir alguns dos impostos por categorias no Brasil.

Lista de Impostos Federais

  • Imposto de Importação (II);
  • Produtos Industrializados (IPI);
  • Renda Pessoa Física (IRPF);
  • Pessoa Jurídica (IRPJ);
  • Operações Financeiras (IOF);
  • Financiamento da Seguridade Social (COFINS);
  • Instituto Nacional da Seguridade Nacional (INSS);
  • Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS);

Lista de Impostos Estaduais

  • Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS);
  • Propriedade de Veículos Automotores (IPVA);
  • Transmissão Causa Mortis e Doação (ITCMD);

Lista de Impostos Municipais

  • Sobre Serviços (ISS);
  • Propriedade Predial e Territorial Urbana (IPTU)

O pagamento de impostos é uma das principais razões para que empresas contratem contadores. Por isso, Saiba neste artigo quanto custa um contador para sua empresa.

Por que devo pagar o imposto em dia?

É comum ouvir das pessoas uma atitude negativa em relação aos impostos no Brasil.  Mas não é sem razão, o país é o 14º em percentual de arrecadação de impostos no mundo, e a legislação complexa torna o pagamento das cobranças muito mais desafiador para algumas pessoas. 

Contudo, isso não é razão para deixar de pagar os impostos em dia e se preocupar com a sua contabilidade fiscal. Isso porque os riscos e prejuízos ao ser pego não pagando impostos não compensam.

Mas para entender a razão, basta imaginar a seguinte situação:

Imagine que você é dono de um imóvel e o aluga para uma pessoa. Normalmente, o recebimento do aluguel ocorre em todo quinto dia útil do mês. 

Mas agora imagine que o inquilino, por alguma razão, para de pagar o aluguel e continua morando na casa por um, dois, três anos. Você ficaria satisfeito ou tomaria alguma providência para mudar esse cenário?

Além disso, a mesma coisa ocorre com o governo. Se caso os impostos não forem pagos, a empresa será obrigada a cumprir suas obrigações atrasadas e os proprietários serão punidos pela evasão fiscal. Isso, claro, no melhor dos cenários, já que muitos casos levam a problemas judiciais sérios e até mesmo prisão.

Por outro lado, um empreendedor de sucesso não reclama de pagar impostos, mas encontra uma maneira de pagar menos ou então reduzir os valores dos impostos através de iniciativas dentro da lei. 

Como garantir pagamento de imposto em dia

Acima de tudo, o controle financeiro é fundamental para que não falte dinheiro na hora de pagar os impostos. E mais do que isso, estratégias como as aging lists ajudam a mapear quando pagar cada tarifa e contabilizam os valores de maneira previsível. 

Agora, caso você não tenha dinheiro suficiente para pagar os impostos, poderá optar por algumas estratégias, pensadas juntas de um contador qualificado, para realizar a quitação dos impostos.

Muitas pessoas fazem, e que gera prejuízos enormes, é solicitar empréstimos sem ter um planejamento financeiro adequado para analisar se será capaz de bancar essa dívida para pagar a primeira. 

Em outros casos, a pessoa nem faz questão de pagar mesmo, gerando acúmulo de juros altíssimos e expondo todo o trabalho de anos a uma vistoria da Receita Federal.

Com os juros acima do esperado, é como se você tivesse pagando dois impostos iguais num mesmo período. Por isso, planejamento é fundamental.

Planejamento de pagamento de imposto no Brasil

Certamente, o planejamento é fundamental para qualquer coisa na vida. Seja na forma de lista de compras no supermercado ou o que irá fazer ao longo do dia. 

Assim como a vida pessoal, a vida do empreendedor não é diferente. Mas, no caso de uma pessoa jurídica, é inadmissível não ter um plano decente e estruturado com cautela. 

Uma prova disso é que, no Brasil, 21% das empresas quebram após o primeiro ano, de acordo com o IBGE.  

Para entender melhor a importância do planejamento, vamos a um exemplo. 

Por exemplo, todo início de ano possui impostos obrigatórios, como o IPVA. E se é fato que todo janeiro e fevereiro esses impostos estarão presentes, por que muitas pessoas insistem em reclamar como se houvesse novidade na cobrança? 

É claro que gastos assim, aparentemente sem motivo ou razão óbvia para serem cobrados, irritam um pouco, mas se devem ser pagos, o melhor é cumprir com os deveres fiscais pessoais e jurídicos. Mas como pagar sem prejudicar as finanças? 

Acima de tudo, seguindo em nosso exemplo, basta lembrar por exemplo que, todo fim de ano, para trabalhadores empregados pelo regime CLT, existe o 13° salário.

Então, no caso de um trabalhador empregado, ele pode usar o dinheiro para pagar o IPVA ao invés de fazer uma compra especial de fim de ano para uma festa com os amigos, por exemplo.

Da mesma forma as empresas podem reservar uma parte dos lucros anuais para o pagamento de impostos e tarifas recorrentes, evitando dores de cabeça desnecessárias.

Para esclarecer, você não precisa sofrer com os impostos, só precisa de um bom e estruturado planejamento financeiro! 

Leia também: 6 motivos para contratar a Marbo Contábil

Conclusão

Em conclusão, o Imposto no Brasil, de forma geral, é um tema complicado e muito vasto. Entretanto, contadores podem ajudar a identificar formas de reduzir ou eliminar essas responsabilidades dentro da contabilidade das empresas. E uma das formas mais eficientes de se delegar essa função é com um BPO Financeiro.

Sabendo disso, impostos são débitos que o governo cobra para a legal atuação da sua empresa no mercado, esse dinheiro recolhido é destinado para administração do Estado e volta para a sociedade na forma de segurança pública, assistência médica, escolas, infraestrutura e etc.

Neste artigo você pôde ver quais são os impostos existentes e suas divisões em Impostos Federais, Estaduais e Municipais. 

Tem mais alguma dúvida sobre impostos e precisa falar com alguém? Saiba que a equipe de especialistas da Marbo Contábil pode te ajudar. Agende hoje mesmo uma consulta com nosso time.

Abraço do time Marbo!

Leia mais sobre esse assunto e outros que podem interessar você em nosso blog. Clique aqui.