Precificação: Sua empresa está vendendo pelo preço certo?

Posted by Luiz Paulo Castro on 1 de nov de 2019 11:05:47
Luiz Paulo Castro

Uma das maiores dificuldades dos empreendedores é estabelecer o preço correto para comercializar um produto ou serviço. Para fazer uma precificação de qualidade que atenda os requisitos é necessário compreender os quatros P's do marketing sendo eles Produto, Preço, Praça e Promoção. Precificar os produtos com base na concorrência nem sempre é indicado.  Aprenda com este artigo como fazer uma precificação de qualidade para sua empresa. 

 

O que você irá ver neste artigo:

  • Por que é importante definir preço?
  • Precificação ideal 
  • Markup
  • Margem de contribuição
  • Conclusão

Por que é importante definir preço? 

Para definir um bom preço de um determinado produto ou serviço, você deve ter claro de qual caminho você não deve seguir para qualificar a precificação dos seus produtos. Esses caminhos são: 

  • Definir preços com base nas despesas fixas
  • Definir preços com base na concorrência
  • Definir preços em épocas sazonais  

De fato existem alguns custos para a produção do seu produto, mas se basear nele pode ser uma grande enrascada no seu negócio. Quando você baseia a precificação em suas despesas fixas você automaticamente exclui o preço da concorrência. Pense por um instante, se a concorrência consegue entregar o mesmo produto que o seu por um custo menor ao fabrica-lo. Quem ganhará essa disputa? 

CTA NOVA

Enxergar os preços da concorrência como uma base de tomada de precificação é uma escolha ruim, afinal, preços mais alto do que a concorrência podem impedir que as pessoas paguem por ele, o tornando inacessível. Contudo, preços muito baixo além do comum faz com que as pessoas sintam-se receosas ao adquiri-lo por causar sensação de ter uma qualidade ruim. O ideal é buscar o equilíbrio entre o valor do custo de produção e o valor de mercado. 

A sazonalidade é uma época para oferecer descontos e promoções, mas, definir os preços dos produtos da sua empresa nessa época não é uma estratégia eficiente já que não passa de um período e logo depois que as promoções acabam os preços voltam para o que eram antes. As datas que causam sazonalidade são uma oportunidade para fazer o seu estoque girar e vender aquele produto que já estava parado a algum tempo. 

A Precificação ideal 

Você sabia que existe uma estratégia para definir os preços dos produtos? Esta estratégia se chama precificação ideal, é feita com base em três pilares sendo eles o valor, o custo de produto e a oferta da concorrência. 

VALOR 3

Valor: O valor do produto não é o preço que se paga na hora de adquiri-lo. O valor é intangível é algo que desperta interesse das pessoas pelo  seu produto e não pela da concorrência. Agregar valor a sua marca e aos seus produtos não é uma simples tarefa, sua empresa precisa ser reconhecida pelo que faz. Entregar para os consumidores uma experiência incrível e diferenciada. É uma excelente forma de começar a agregar valor empresarial. 

Custo do produto: O custo do produto é quanto ficou para produzir esse produto, para considerar esse custo você deverá acrescentar suas despesas fixas e as variáveis, coloque os custos com produção, matéria prima, o pagamento dos funcionários e o seu custo para ter como renda. 

Oferta da concorrência: Que fique claro que todos nós somos consumidores e  fazemos pesquisas para encontrar bons preços pelos mesmos produtos. Observe o cenário de mercado o quanto os seus concorrentes estão cobrando pelo mesmo produto. Mas, tome cuidado para não copiar preços, seja criativo e fuja de descontos. Ao invés de oferecer descontos ofereça brindes relevantes ou promoções significativas para você e para o consumidor. 

Existem alguns cálculos que você pode fazer para encontrar o preço correto para seus produtos, os principais são: Markup e Margem de Contribuição, abaixo explicamos como calcular cada um deles. Caso tenho dificuldades na parte financeira da sua empresa, talvez o BPO Financeiro seja a solução certa para você.

Markup

O markup é conhecido por ser um índice que  tem como função mostrar a relação entre o custo de produção e distribuição um bem ou seu preço de venda. É utilizado pelos empreendedores e pelos profissionais de administração, contabilidade e economistas. O objetivo é obter o preço de vendo do serviço ou produto que a sua empresa fornecerá para as pessoas. 

Para realizar o calculo usa-se três variáveis, são as despesas fixas, despesas variáveis e percentual do lucro desejado. Após calcular é obtido o markup que é multiplicado pelo custo de produção. A partir do resultado adquirido será esse valor repassado para os seus clientes. 

Para calcular usa-se:

Despesas Fixas, Despesas Variáveis e Percentual do Lucro Desejado

Markup = 100 / [100 – (DV + DF + LP)]

Margem de contribuição

A margem de contribuição é conhecida por ser um indicador econômico para sua empresa. Através da margem de contribuição é possível saber se  sua empresa terá receita suficiente para os custos empresariais e suas despesas fixas e se manter capaz de gerar lucro. Para saúde financeira do seu negocio é recomendado realizar o calculo da margem de contribuição regulamente na sua empresa. 

O calculo não é complicado de se fazer, basicamente utiliza-se três itens importantes são eles margem de contribuição, preço de venda, custos variáveis.

Para calcular usa-se: 

Margem de Contribuição = Preço de Venda – Custos Variáveis

(MC = PV – CV)

 

Quer aprender a calcular de forma correta? Temos um Guia da Precificação Completo!

Baixe agora mesmo GRATUITAMENTE o seu guia!

 

GUIA DA Precificação

Conclusão

Precificar um produto não é simples, precisa ser algo estudado, bem elaborado e agregar valor para sua empresa e os produtos que são fornecidos para as pessoas. Quando um produto  carrega valor intangível o cliente passa a ver a sua organização como um diferencial das concorrentes. Procure sempre entregar um boa e única experiência para os seus clientes. 

Para chegar num preço ideal é recomendado definir a precificação por meio do custo que levou para produzi-lo, somar com suas despesas fixas e variáveis para assim obter o seu valor final. Lembre-se, prefira oferecer brindes para os seus clientes ao invés de descontos, busque fazer promoções atraentes e fique de olho nas ofertas que o mercado proporciona. 

Gostou deste artigo? Leia esse também! "Vendas online e o risco de Chargeback"

Abraço do time Marbo! 💛

Assine agora