Você sabe quanto custa um funcionário?

Posted by Luiz Paulo Castro on 20/12/2019 06:15:00
Luiz Paulo Castro
Find me on:

Sua empresa está crescendo, o número de funcionários atuais não está suprindo as demandas? Então esse é o momento de contratar novos funcionários. Neste artigo você irá descobrir quanto custa um funcionário.  Saiba que o salário pago para o colaborador não é o seu custo final. Existe muito outros custos por trás do salário do empregado. 

Muitas vezes o funcionário pode custar para empresa o dobro do que recebe. Por exemplo se um funcionário recebe R$ 3 mil reais, o seu custo pode ser o dobro do valor, claro que isso depende do seu regime de tributação. 

O que você verá neste artigo: 

  • Entenda os custos de recebimentos, encargos e operacionais
  • Custos por funcionário 
  • Saiba quanto custa o transporte e vale alimentação
  • Custos Simples Nacional 
  • Custos Lucro Presumido e Lucro Real 
  • Tabela de custo por funcionário 

 

Entenda os custos de recebimentos, encargos e operacionais 

Para entender quanto custa um funcionário é preciso separar os custos em três partes sendo elas os recebimentos, os encargos e os operacionais. Fazendo isso se torna mais fácil de compreende onde cada custo especifico se encontra. 

Custos de recebimentos 

Nessa parte do custo está incluso tudo aquilo que será destinado ao colaborador, seja ela o salário mais os benefícios.

Veja abaixo os custos desta etapa: 

  • Salário líquido
  • 13º salário
  • Adicional de férias
  • Férias indenizadas ou usufruídas
  • PLR "Programa de Participação nos Lucros e Resultados"
  • Vale-transporte
  • Vale-alimentação e cestas básicas
  • Vale cultura
Esse post pode ser importante pra você neste momento. Leia: 6 motivos para contratar a Marbo Contábil

Custos de encargos 

Nessa etapa estão incluídos os custos no qual terão ligação com o governo, conhecidos como impostos e contribuições. Lembre-se que os valores podem variar conforme qual seja o seu regime de tributação. 

Veja abaixo alguns dos encargos: 

  • Imposto de Renda
  • INSS do Empregador
  • Multa do FGTS
  • Contribuição do Sistema S
  • Licença-paternidade e maternidade

Custos operacionais

Nesta etapa são incluídos os custos institucionais que investirão no profissional no qual o RH mais a Administração deverão estar fazendo parte.

Veja abaixo alguns dos custos operacionais:

  • Uniformes
  • Eventos e ações de comunicação interna
  • Treinamentos
  • Comemorações
  • Manutenção do refeitório

Custos por funcionário 

Você jamais deve contratar um funcionário sem avaliar a atual situação financeira da sua empresa, é importante verificar se você será capaz de arcar com esse compromisso. Analisar o planejamento é fundamental nesta etapa de decisão em contratar um funcionário para evitar consequência de débitos no futuro. 

Atente-se para não esquecer desses itens:

  • O valor determinado do salário do contratado
  • Custos com transporte 
  • Custos com alimentação (Vales)
  • Valores dos impostos sobre a atividade do empregado 
  • Custos de operação

Diminua desse valor os percentuais pagos pelo funcionário que no caso serão (6% de vale-transporte, 20% de alimentação)

 

Está com dúvidas? Podemos te ajudar! 👇

CTA NOVA

Saiba quanto custa o transporte e vale alimentação

Para saber quanto custa um funcionário você deverá calcular pontos importantes e necessários para a sua contratação. Vejamos o primeiro exemplo com o vale transporte. 

Como calcular o vale transporte?

Vamos pegar como base o valor do transporte público que varia em torno de R$4,50

Se uma pessoa irá precisar ir e voltar, serão necessários duas passagens por dia "4,50 x 2"

Se essa mesma pessoa trabalhar por 21 dias no mês é só multiplicar esse valor pela quantidade de passagens gastas mensalmente.

Sendo assim a conta fica: 

R$4,50 x 2 = R$9,00

R$9,00 x 21 = R$189,00 

Resultado do valor gasto no mês: R$189,00

Lembre-se que desse valor R$189,00 terá o desconto de 6% sobre o salário do colaborador

Sendo assim: 

R$189,00 x 6% = R$11,34

R$189,00 - R$11,34 = R$177,66

Ou seja, o valor descontado na folha do funcionário será de 6% que corresponde a R$11,34

 

Como calcular o vale alimentação: 

Para calcular o vale alimentação o processo é parecido. Se o ticket diário custa R$13,00 e a pessoa precisará almoçar 1 vez por dia durante 21 dias. 

Veja o exemplo: 

R$13,00 x 21 = R$273,00

O funcionário contribui com 20% do seu salário para esse beneficio ou seja:

R$273,00 x 20% = R$54,60

R$218,40 - R$54,60 = R$218,40

Sendo assim a empresa arcará com  R$218,40  e serão descontados 20% em folha do empregado que corresponde a R$54,60. 

 

Custos Simples Nacional 

Os custos por funcionário para empresa pode variar conforme o seu regime de tributação. Caso você esteja no Simples Nacional veja os valores abaixo e observe que quase 40% do valor gasto por funcionário não está incluso em seu salário. Valor total chega a 39,37%.

  • Férias: 11,11%
  • 13º salário: 8,33%
  • FGTS: 8%
  • FGTS/Provisão de multa para rescisão: 4%
  • Previdenciário sobre 13º/Férias/DSR: 7,93%

 

Custos Lucro Presumido e Lucro Real 

Com o Lucro Presumido e Lucro Real não são diferentes, apenas é acrescentado alíquota de terceiros, chegando aos 68,18%. 

Veja abaixo: 

  • Férias: 11,11%
  • 13º salário: 8,33%
  • INSS: 20%
  • Seguro acidente de trabalho (SAT): 3%
  • Salário educação: 2,5%
  • Incra / SENAI / SESI / SEBRAE: 3,3%
  • FGTS: 8%
  • FGTS/Provisão de multa para rescisão: 4%
  • Previdenciário sobre 13º/Férias/DSR: 7,93%

Ou seja, para um empresa que esteja no Lucro Presumido ou Lucro Real o valor gasto por funcionário é superior do Simples Nacional, chegando quase aos 70% por funcionário sem contar com o salário. 

Veja a tabela abaixo! 

Gastos Percentagem  Valor
Salário - R$3.000,00
Vale Transporte 6% R$177,66
Vale Alimentação 20% R$218,40
INSS 27,8% R$834,00
FGTS 8% R$240,00
FGTS Férias 8%

R$26,67

FGTS 13° Salário 8% R$20,00
13° Salário - R$250,00
Férias + 1/3 - R$333,33
Multa FGTS 50% R$143,33
Total pago para manter um funcionário   R$ 1847,33

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Conclusão 

O custo por um funcionário vai além do salário base no qual é destinado a ele. Muitas vezes o custo para manter esse mesmo funcionário pode chegar a ser o dobro do que ele recebe. 

O valor por custo de funcionário varia conforme o Regime de Tributação da sua empresa, sendo ela no Simples Nacional, Lucro Presumido ou o Lucro Real. 

Existem encargos como vale alimentação, auxilio transporte, ferias e etc.. Outros custos como INSS, FGTS e etc.. Contratar um funcionário gera gastos e mantê-lo gera ainda mais gastos. Se sua empresa estiver crescendo vale a pena fazer o investimento para que o retorno seja rápido. Lembre-se de sempre antes fazer um planejamento para evitar erros internos. 

Gostou deste artigo? Você irá adorar ler esse também

👉 Passo a passo de como registrar um funcionário

 

Abraço do time Marbo! 💛

 

Topics: Pessoal

Assine agora