Sua empresa está crescendo e o número de colaboradores atuais não está suprindo as demandas? Então esse é o momento de aumentar sua equipe. Neste artigo, você irá descobrir quanto custa um funcionário.  

Saiba que o salário pago para o colaborador não é o seu custo final, pois existem muitos outros custos por trás do salário do empregado. 

Por exemplo, se ele recebe R$3 mil reais, o seu custo pode ser o dobro do valor, embora isso dependa do seu regime de tributação. 

O que você verá neste artigo: 

  • Entenda os custos de recebimentos, encargos e operacionais
  • Custos por funcionário 
  • Saiba quanto custa o transporte e vale alimentação
  • Custos Simples Nacional 
  • Custos Lucro Presumido e Lucro Real 
  • Tabela de custo por funcionário 

Entenda quanto custa um funcionário em recebimentos, encargos e despesas operacionais

Para entender quanto custa um funcionário, é preciso separar os custos em três partes, sendo elas os recebimentos, os encargos e os operacionais. Fazendo isso, fica mais fácil compreender onde cada custo específico se encontra. 

Custos de recebimentos 

Está incluso tudo aquilo que será destinado ao colaborador, como o salário e os benefícios.

Veja abaixo os custos de recebimentos: 

  • Salário líquido;
  • 13º salário;
  • Adicional de férias;
  • Férias indenizadas ou usufruídas;
  • PLR “Programa de Participação nos Lucros e Resultados”;
  • Vale-transporte;
  • Vale-alimentação e cestas básicas;
  • Vale cultura.

Esse post pode ser importante pra você neste momento. Leia: 6 motivos para contratar a Marbo Contábil

marbo contabil quanto custa um funcionário

Custos de encargos

Estão incluídos os custos ligados ao governo, conhecidos como impostos e contribuições. Lembre-se que os valores podem variar conforme o regime de tributação de cada empresa. 

Veja abaixo alguns dos encargos: 

  • Imposto de Renda;
  • INSS do Empregador;
  • Multa do FGTS;
  • Contribuição do Sistema S;
  • Licença-paternidade e maternidade.

Custos operacionais

São incluídos os custos institucionais que investem no profissional, onde o RH e a Administração deverão fazer parte.

Veja abaixo alguns dos custos operacionais:

  • Uniformes;
  • Eventos e ações de comunicação interna;
  • Treinamentos;
  • Comemorações;
  • Manutenção do refeitório.

Custos por funcionário

Você jamais deve contratar um funcionário sem avaliar a atual situação financeira da sua empresa, é muito importante verificar se você será capaz de arcar com esse compromisso. 

Analisar o planejamento é fundamental na etapa de decisão de contratação de um funcionário para evitar consequências traduzidas em débitos no futuro. 

Atente-se para não esquecer desses itens:

  • O valor determinado do salário do contratado;
  • Custos com transporte;
  • Custos com alimentação (Vales);
  • Valores dos impostos sobre a atividade do empregado;
  • Custos de operação.

Diminua desse valor os percentuais pagos pelo funcionário, que no caso serão 6% de vale-transporte e 20% de alimentação.

Está com dúvidas? Podemos te ajudar! 👇

custo de funcionário por regime

Saiba quanto custa o transporte e vale alimentação

Para saber quanto custa um funcionário você deverá calcular pontos importantes e necessários para a sua contratação. Vejamos o primeiro exemplo com o vale transporte. 

Como calcular o vale transporte?

Vamos pegar como base o valor do transporte público que varia em torno de R$4,50

Se uma pessoa irá precisar ir e voltar, serão necessários duas passagens por dia “4,50×2”

Se essa mesma pessoa trabalhar por 21 dias no mês, é só multiplicar esse valor pela quantidade de passagens mensais:

R$4,50 x 2 = R$9,00

R$9,00 x 21 = R$189,00 

Resultado do valor gasto no mês: R$189,00

Lembre-se que parte do valor de R$189,00 terá desconto de 6% sobre o salário do colaborador. Sendo assim: 

R$189,00×6% = R$11,34

R$189,00 – R$11,34 = R$177,66

Ou seja, o valor descontado na folha do funcionário será de 6% que corresponde a R$11,34, tendo o restante contabilizado pela empresa.

Como calcular o vale alimentação

Para calcular o vale alimentação, o processo é parecido. Se o ticket diário custa R$13,00 e a pessoa almoça 1 vez por dia durante 21 dias de trabalho, temos:

R$13,00×21 = R$273,00

O funcionário contribui com 20% do seu salário para esse beneficio, ou seja:

R$273,00 x 20% = R$54,60

R$218,40 – R$54,60 = R$218,40

Sendo assim, a empresa arcará com R$218,40 e serão descontados 20% em folha do empregado, o que corresponde a R$54,60. 

Quanto custa um funcionário por regime de tributação

Um colaborador gera diferentes encargos ao negócio a depender do regime de tributação escolhido pela empresa. Veja abaixo as diferenças no custo de um funcionário de acordo com o Simples Nacional, o Lucro Presumido e o Lucro Real e entenda onde estão as despesas na contratação.

Custos Simples Nacional 

Os custos por funcionário para empresa podem variar conforme o seu regime de tributação. 

Caso você esteja no Simples Nacional, veja os valores abaixo e observe que quase 40% do valor gasto por funcionário não está incluso em seu salário. O valor total chega a 39,37%.

  • Férias: 11,11%
  • 13º salário: 8,33%
  • FGTS: 8%
  • FGTS/Provisão de multa para rescisão: 4%
  • Previdenciário sobre 13º/Férias/DSR: 7,93%

Custos Lucro Presumido e Lucro Real 

Com o Lucro Presumido e Lucro Real não são diferentes, apenas é acrescentado alíquota de terceiros, chegando aos 68,18%. 

Veja abaixo: 

  • Férias: 11,11%
  • 13º salário: 8,33%
  • INSS: 20%
  • Seguro acidente de trabalho (SAT): 3%
  • Salário educação: 2,5%
  • Incra/SENAI/SESI/SEBRAE: 3,3%
  • FGTS: 8%
  • FGTS/Provisão de multa para rescisão: 4%
  • Previdenciário sobre 13º/Férias/DSR: 7,93%

Ou seja, para uma empresa no Lucro Presumido ou Lucro Real, o valor gasto por funcionário é superior ao Simples Nacional, chegando quase aos 70% por funcionário sem contar com o salário. 

Veja a tabela abaixo! 

Gastos

Percentagem 

Valor

Salário

R$3.000,00

Vale Transporte

6%

R$177,66

Vale Alimentação

20%

R$218,40

INSS

27,8%

R$834,00

FGTS

8%

R$240,00

FGTS Férias

8%

R$26,67

FGTS 13° Salário

8%

R$20,00

13° Salário

R$250,00

Férias + 1/3

R$333,33

Multa FGTS

50%

R$143,33

Total pago para manter um funcionário

 

R$ 1847,33

 

Conclusão

O custo de um funcionário vai além do salário base destinado a ele. Muitas vezes, o custo para manter esse mesmo funcionário pode chegar ao dobro do que ele recebe. 

O valor por custo de funcionário varia conforme o Regime de Tributação da sua empresa, estando ela no Simples Nacional, Lucro Presumido ou o Lucro Real. 

Existem encargos como vale alimentação, auxílio transporte, férias e outros custos como INSS, FGTS etc. Contratar um funcionário gera custos e mantê-lo gera ainda mais despesas. 

Se sua empresa estiver crescendo, vale a pena fazer o investimento para que o retorno seja rápido. Lembre-se sempre de fazer um planejamento prévio de caixa para evitar erros internos e garantir que consta em sua planilha quanto custa cada colaborador e suas despesas administrativas.

Gostou deste artigo? Você irá adorar ler esse também

👉 Passo a passo de como registrar um funcionário

custo de funcionário banner endereço fiscal

Abraço do time Marbo! 💛